A lenda ainda vive

Pioneiro do rock, Chuck Berry influenciou gerações de músicos com riffs históricos. Bluesman morreu sábado.


Por: Rio de Janeiro, RJ Agência O Globo Em 20 de março, 2017 - 06h00 - Show

De Beatles a Elvis e Rolling Stones: o som que Chuck Berry ajudou a criar mudou a história da música

Na noite de sábado, quando chegou dos EUA a notícia de que Chuck Berry tinha morrido, aos 90 anos, o mundo teve duas reações básicas. A primeira, distraída: “Ué, ele já não estava morto?!” A segunda, sábia: “Ué, essa gente não sabe que Chuck Berry não morrerá jamais?!” Ambas fazem sentido. Charles Edward Anderson Berry sobreviveu para ver o moleque provocante que criou se tornar um sessentão meio acomodado.

Como acontece na biografia de todo bom bluesman, há muita bruma cercando o começo da vida de Chuck Berry. Por exemplo, embora hoje se aceite que ele nasceu em St. Louis, no Missouri, em 18 de outubro de 1926, já houve quem cravasse que ele era nativo de San José, na Califórnia. Depois, ou bem depois, houve uma temporada num reformatório, 

Leia a matéria completa no Amazônia, já nas bancas.