Artistas promovem exposição sobre o universo feminino

O vernissage da mostra conta com a apresentação da cantora Renata del Pinho


Por: Redação ORM News com informações da assessoria Em 08 de março, 2017 - 16h58 - Exposições

Cinco artistas visuais exploram o universo feminino a partir da perspectiva de cada uma na exposição 'Recortes Territórios Poéticos'. Nina Matos, Elieni Tenório, Lígia Árias, Carla Beltrão e Bia Cabral apresentam obras que permeiam diversas técnicas de pintura e gravuras em tecido. O vernissage é hoje, às 19h, na Casa do Fauno (Rua Aristides Lobo, 1061). O evento conta com o show “Batuque de Vênus”, de Renata Del Pinho. A mostra fica em cartaz até 8 de abril, com visitação de terça (10h as 19h) à sábado (10h a meia noite) e aos domingos, das 10h as 16h. A entrada é franca.

Foto: Divulgação/Bia Cabral

Além de expositora, Nina Matos também é responsável pela curadoria da mostra. As obras têm como técnica basicamente o desenho e a pintura, com algumas incursões em construções digitais. As obras são forjadas como retratos e takes de cenas do cotidiano, apresentando decodificações de relações humanas. “Nesta coletiva apresento obras referentes ao universo feminino com “Exposed” e “A Eterna Liu-chiang dos Postais Vermelhos”, conta.

Já a artista Bia Cabral traz à exposição trabalhos da série DEVAS, com diferentes tipos de seres não-humanos intimamente ligados e integradas à natureza. A técnica utilizada é acrílica sobre papel. 

'Dando continuidade ao universo feminino que é o forte da minha produção, vou apresentar três obras em objetos de parede. São objetos da fase Fragmentos do Corpo, conta Elieni Tenório, outra integrante da mostra. As obras consistem em Corselet estilizados em suporte de papelão e papel de parede importado', explica.

Enquanto isto, Lígia Árias expõe desenhos em técnica mista, que unem visões do mundo e das coisas por meio de uma linguagem silenciosa com movimento contínuo. Para completar o time, Carla Beltrão expõe trabalhos em tecido, gravura/tecido calcinado sobre tecido, onde variados processos são inseridos na pesquisa e na confecção das obras.