Mais Acessadas

Bolt perde ouro no 4x100m e Brasil deve herdar o bronze

O jamaicano Carter testou positivo para a substância metilhexaneamina e, assim como seus compatriotas, perderá a medalha conquistada em Pequim-2008


Por: Lance!Net Em 25 de janeiro, 2017 - 14h45 - Atletismo

Foto: Divulgação

O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou nesta quarta-feira mais dois atletas que testaram positivo na reanálise das amostras dos atletas de Pequim-2008 e Londres-2012. O jamaicano Nesta Carter testou positivo para a substância metilhexaneamina, estimulante encontrado em alguns suplementos alimentares e descongestionantes nasais e perderá o ouro conquistado em Pequim-2008.

Como a medalha foi ganha em uma prova em equipe, o revezamento 4x100m, todos os atletas perderão suas medalhas, incluindo Usain Bolt, que passará a ter oito ouros olímpicos. Na ocasião, com o tempo de 37s10, o time jamaicano bateu o recorde mundial.

Com a atualização, o Brasil deve herdar o bronze, já que havia terminado em quarto lugar. O Comitê Olímpico Jamaicano será o responsável pelo recolhimento da medalha, assim como os pins comemorativos e diplomas entregues na cerimônia de premiação no Ninho do Pássaro.

'Para mim não é surpresa. Em um ano competi como juvenil contra o Nesta Carter e ganhei dele fácil no Rio. No ano seguinte, o cara já estava o dobro do tamanho, correndo constantemente para baixo de 10s. Eu não tinha dúvida (que ele usava doping), mas dependendo do que você for falar, tem que provar. E eu não tinha como fazer isso. Mas o importante é que agora a justiça foi feita', afirmou ao 'UOL Esporte' Vicente Lenílson, que já tinha a prata de Sydney-2000.

Assim, Trinidad e Tobago herda o ouro, o Japão fica com a prata e o Brasil de Vicente Lenílson, Sandro Viana, Bruno Lins e José Carlos Moreira, o Codó, conquista o bronze.

A russa Tatyana Lebedeva, que disputou o ouro de Pequim-2008 com Maurren Maggi, foi a outra atleta a perder sua medalha olímpica. A prata passará para a nigeriana Blessing Okagbare e a jamaicana Chelsea Hammond ficará com o bronze

Revezamento feminino beneficiado

Em agosto do ano passado, o revezamento 4x100m feminino brasileiro também herdou o ouro após a desclassificação do time russo por doping, também em Pequim-2008. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) ainda aguarda o COI enviar as medalhas para o Brasil para que possa premiar as atletas.