Mais Acessadas

Campeão olímpico Thiago Braz estreia em 2017 na França

O brasileiro enfrentará o francês Renaud Lavillenie, neste sábado, no Meeting Indoor Perche Elite Tour


Por: Lance!Net Em 27 de janeiro, 2017 - 14h42 - Mais esportes

Foto: JOHANNES EISELE/AFP

O campeão olímpico Thiago Braz da Silva estreia na temporada 2017, neste sábado, de uma forma especial. Vai enfrentar o francês Renaud Lavillenie, seu grande adversário nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, no confronto mais esperado da quinta edição do Meeting Indoor Perche Elite Tour, a partir das 17 horas (no horário de Brasília), na Kindarena de Rouen, na França.

Thiago e Lavillenie fizeram um grande duelo no salto com vara no Estádio do Engenhão, em agosto, com a vitória do brasileiro, que conquistou a medalha de ouro, com 6,03 m, novo recorde olímpico. O francês, campeão em Londres 2012, ficou com a prata, com 5,98 m.

Também estão inscritos na competição o canadense Shawn Barber, campeão mundial em Pequim-2015, o grego Konstadinos Felippidis e do polonês Piotr Lisek. Na prova feminina, o destaque é a norte-americana Sandi Morris, vice-campeã nos Jogos-2016.

Em entrevista após chegada à França, depois de mais de 20 dias de treinamento no Centro Olímpico de Spala, na Polônia, Thiago disse estar ansioso para voltar a competir. A sua última prova foi no dia 8 de setembro, quando ganhou a medalha de prata na etapa de Schaan, em Liechtenstein, da Golden Flying, com 5,70 m.

'A temporada indoor servirá como preparação para as grandes competições ao ar livre do ano. Vai quebrar o gelo. Se saltar entre 5,70 e 5,80 m, acredito que será um bom começo', afirmou a agência internacional de notícias AFP.

A conquista do ouro olímpico alterou a sua rotina. Teve muitos compromissos pessoais e profissionais, que exigiram mudanças no cronograma de treinamentos elaborado pelo ucraniano Vitaly Petrov, que o acompanha há mais de dois anos. 

'Tive de administrar várias situações que não existiam antes da vitória no Rio. No fim, porém, tudo deu certo e não vejo a hora de entrar na pista', lembrou o brasileiro.

Muito rigoroso, mas também muito paternal em sua relação com Thiago, Vitaly Petrov, responsável pela carreira de estrelas como Sergey Bubka e Yelena Isinbayeva, disse que a temporada em pista coberta de Thiago será bem curta este ano. 

'Ele teve apenas 83 dias de treinos até agora contra 124 no último ano. Não se faz mágica. Ele foi campeão olímpico com 22 anos e meio e agora terá de digerir tudo o que aconteceu nos últimos meses e partir para a temporada em estádio.'

Depois de Rouen, Thiago competirá no dia 5 de fevereiro em Clermont-Ferrand, também na França, e no dia 10, em Berlim, na Alemanha, fechando as provas indoor. 

'No final de março, já começo a treinar em ambientes abertos para a temporada de verão da Europa. Quero saltar 6,00 m novamente antes do Mundial de Londres, em agosto', concluiu o atleta nascido em Marília, no interior de São Paulo.

A Kindarena, sede nos últimos dias de partidas do Campeonato Mundial Masculino de Handebol, deverá receber cerca de 5 mil fãs do Atletismo neste sábado.