Mais Acessadas

Candidata do Remo vira tigresa no palco do Hangar

Eduarda Moraes ficou de cabeça para baixo com graça e ferocidade


Por: Portal ORM Em 04 de novembro, 2018 - 01h55 - Rainhas

Representando o Clube do Remo, Eduarda Ferreira Moraes tem 19 anos e pretende prestar vestibular para Odontologia. Eduarda usa a fantasia "Volcana - o espírito dos vulcões": na tentativa de adormecer os vulcões de uma ilha, a temida feiticeira do fogo foi capturada por uma tribo africana e aprisionada em uma jaula de ossos, o único material capaz de anular seus poderes. Após cem anos de prisão, Volcana se liberta e ressurge mais poderosa. Disfarçada de uma dançarina africana, volta a evocar os poderes do centro da Terra, toma a forma de um tigre e reativa os vulcões da Ilha do Fogo.

“Até então estou tranquila, mas a partir do momento que o apresentador falar “boa noite”, eu acho que vou desmaiar! Espero que corra tudo bem. Vou fazer uma ótima apresentação, pois foi muito difícil, muitas barreiras, noites sem dormir, muito choro, mas vamos conseguir! Eu tenho uma torcida inteira apostando em mim, então a responsabilidade é imensa!” conta a representante azulina antes da apresentação.

Ela subiu ao palco com "ossos" pelo corpo todo, e desde o começo, mostrou que realmente era uma felina, esbanjando sua beleza selvagem. Ao final de sua apresentação, Eduarda virou de cabeça para baixo na estrutura da fantasia e fez o público do Hangar ir ao delírio. Em seguida, ela se transformou em uma tigresa na frente dos olhos de todos, rugindo como a verdadeira rainha da selva.

O corpo e a cabeça da fantasia são a estilização do traje das tribos africanas, ornamentado com strass, cristais e pedras semi-preciosas. O resplendor representa a riqueza do continente negro, e, traz as máscaras e ossos. As labaredas do fogo simbolizam as grandes erupções vulcânicas. Foram utilizadas plumas, penas de pavão, faisão, chinchila e crina de cavalo albino. As cores da fantasia são: branco, vermelho, laranja, dourado e off white. A criação é de Zandro Gurjão, coreografia de Thayla Savick e Gabriel Sales. A maquiagem é de Carlos de Moraes e cabelo de Augusto Britto.