Catarinense Brandonn Almeida bate recorde mundial júnior

A marca não será homologada pela FINA devido a não realização de exames prévios para detectar substâncias dopantes


Por: Lance!Net Em 24 de novembro, 2016 - 21h42 - Esportes Aquáticos

Foto: Divulgação

Brandonn Almeida, participante da Rio-2016, bateu o recorde mundial júnior ontem, em Palhoça (SC), durante o Open de Natação, entre atletas até anos. Com o tempo de 4min12s49. nos 400m medley, ele garantiu a medalha de ouro.

Porém a nova marca não será homologado pela Federação Internacional de Natação (FINA), já que os atletas não realizaram os exames prévios para detectar substâncias dopantes. O único órgão autorizado para a realização  destes, é a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

Segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), em matéria do globoesporte.com., existia um acordo com a ABCD para que os exames fossem realizados. Além disso CBDA afirma tenta contatar a instituição considerada pela Agência Mundial Antidoping (WADA) como fora do códido, não responde aos chamados.

O Open de natação, assim como o Maria Lenk serviram como parâmetro para a escolha dos oito atletas que representarão o Brasil no Mundial de Budapeste (HUN), em 2017.