Mais Acessadas

Clássico paulista agita a Superliga feminina de vôlei hoje

Vôlei Nestlé aposta no saque eficiente para encarar o Pinheiros pela quinta vez na temporada


Por: Lance!Net Em 13 de janeiro, 2017 - 15h49 - Vôlei

Foto: João PiresFotojump

A segunda rodada do segundo turno da Superliga 2016/17 será de duelo paulista para o Vôlei Nestlé. O time de Osasco terá pela frente o Pinheiros nesta sexta-feira, às 19h30, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo. Os dois clubes já se enfrentaram quatro vezes e mais um Golden Set da decisão do Campeonato Paulista. O técnico Luizomar e suas comandadas ganharam três partidas e a parcial extra que garantiu o título estadual. No primeiro turno da Superliga, em Osasco, Dani Lins e suas companheiras marcaram 3 sets a 1. 

Em franca ascensão na equipe titular, a central Nati Martins aposta na obediência tática na busca pela vitória. 

'Temos que ser obedientes taticamente seguindo a estratégia que o Luizomar passou para a gente. Vamos precisar ter paciência e uma atenção especial com a Mimi Sosa e a Bárbara. É jogar com alegria, raça, perseverança e ir para cima delas. O nosso saque vai ser fundamental. Se tivermos eficiência nesse fundamento vamos tirar a segurança delas e isso vai facilitar na leitura do bloqueio', afirma a jogadora. 

Luizomar destaca o respeito e a boa participação de duas jovens atletas do adversário. 

'Tivemos uma semana importante de treinos. Estamos estudando bastante o Pinheiros, uma equipe que conhecemos bem. Já é o quinto jogo na temporada e mais um Golden Set contra eles e temos muito material. Tenho carinho e fico bastante feliz de ver duas jovens jogadoras como Milka e Maira se destacando na Superliga. Esse respeito faz com que estudemos bastante, pois é um adversário muito difícil de ser batido na sua casa', analisa o treinador.

Os clubes já se encontraram em 47 partidas na história da Superliga e a equipe de Osasco soma 36 vitórias contra 11 do Pinheiros. Na atual edição da competição nacional, o Vôlei Nestlé aparece na segunda colocação, com 30 pontos, quatro a menos que o líder Rexona-Sesc. O oponente da capital de São Paulo é o sétimo, com 18 pontos. Este confronto é a reedição da final do Paulista de 2016, quando Luizomar e suas comandadas conquistaram o pentacampeonato estadual.