Mais Acessadas

Fla divulga nota oficial e escancara 'guerra' contra a LNB

Por meio do site oficial do clube, presidente do Rubro-Negro critica ataque da Liga Nacional de Basquete a vice-presidente de esportes olímpicos


Por: Lance!Net Em 09 de abril, 2015 - 10h49 - Basquete

Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press

A guerra entre Flamengo e Liga Nacional de Basquete (LNB) está escancarada publicamente. Neste sábado, o Rubro-Negro divulgou mais uma nota oficial em seu site, assinada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello, detonando a entidade que organiza o Novo Basquete Brasil (NBB).

A rixa começou com a decisão da LNB em considerar o Fla perdedor da partida contra o Pinheiros, que aconteceria em novembro do ano passado. O jogo seria realizado no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro, mas o local não estava liberado para sediar o duelo. O motivo foi uma decisão liminar da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, decorrente de Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público.

A nota do Flamengo foi uma resposta ao posicionamento da LNB, publicado na última quinta-feira. Nesta, a liga criticou o Fla por não ter conseguido obter condições para a realização da partida contra o Pinheiros.

O texto divulgado pelo Rubro-Negro neste sábado contesta os ataques feitos pela LNB ao vice-presidente de esportes olímpicos do clube, Alexandre Póvoa, e critica mais uma vez a decisão da liga em declarar o time perdedor do jogo contra o Pinheiros.

Confira abaixo a íntegra da nota oficial publicada pelo Flamengo neste sábado:

"O Clube de Regatas do Flamengo vem a público responder à nota publicada pela Liga Nacional de Basquete com críticas que julgamos injustificadas, fora de proporção e de lamentável falta de educação em relação às decisões tomadas em conjunto pelo Conselho Gestor e pela Vice-Presidência de Esportes Olímpicos do C.R. Flamengo.

O C.R. Flamengo considera que a referida nota é ofensiva ao clube e especialmente grosseira com o nosso vice-presidente de Esportes Olímpicos, Alexandre Póvoa, que em suas notas apenas espelha a opinião fartamente discutida no Conselho Diretor do C.R. Flamengo, tendo total autonomia para exprimi-la. Tanto que assina as duas comunicações oficiais do clube relacionadas às punições impostas ao Flamengo pela não realização do jogo contra o Pinheiros, sempre escritas com as críticas pertinentes e de forma equilibrada, inclusive reconhecendo a importância da Liga Nacional de Basquete para a transformação do esporte. Postura completamente diferente da LNB, que publicou nota em seu site oficial estranhamente de forma apócrifa. 

Parece que, ao adotar a tática de centrar de forma intencional as críticas a uma pessoa, a LNB acha que terá sucesso em seu objetivo de dividir a diretoria, a torcida do Flamengo e confundir a opinião pública. Não vai conseguir esse intento.

A nota da Liga Nacional de Basquete, de forma astuta, conta uma longa história sobre a responsabilidade do Flamengo nos fatos, mas simplesmente omite a informação de que foi a própria entidade que marcou diversos jogos para um ginásio que não possuía as devidas autorizações para realiza-los. Percebe-se, claramente, que a Liga Nacional de Basquete tenta se eximir da responsabilidade básica de requerer os laudos de todos os ginásios antes de começar o campeonato, o que afronta o Estatuto do Torcedor.

As solicitações feitas pelo C.R. Flamengo ao Conselho de Administração da Liga em relação ao assunto sequ