Mais Acessadas

Hamilton vence pela 1ª vez o GP do Brasil de Fórmula 1

Diferença para Rosberg cai de 19 para 12 pontos


Por: O Liberal Em 13 de novembro, 2016 - 16h04 - Velocidade

Ficou para a última prova da temporada, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, daqui a duas semanas, a decisão do Mundial de 2016 de Fórmula-1. Em uma corrida marcada por muita chuva, várias batidas e duas interrupções pela bandeira vermelha, o inglês Lewis Hamilton venceu pela primeira vez na carreira o Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos, em São Paulo, neste domingo (13), e diminuiu a diferença na disputa pelo título para o seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg.

Com a vitória e o segundo lugar do alemão, a diferença de Hamilton para Rosberg caiu de 19 para 12 pontos. Ainda assim, a vantagem do alemão é boa. Para ser campeão, Rosberg precisará de apenas um terceiro lugar em Abu Dhabi. Nesse caso, mesmo que Hamilton vença a prova, não consegue vencer o campeonato.

Hamilton, por sua vez, precisa vencer a prova e torcer para Rosberg terminar a partir da quarta posição. Nesse caso, o inglês seria campeão com a diferença de apenas um ponto.

Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP

O triunfo de Hamilton foi o 52º de sua carreira. O inglês ultrapassou o francês Alain Prost, que agora fica em terceiro com 51. A frente de Hamilton, está apenas o alemão Michael Schumacher. O heptacampeão mundial tem 91 vitórias.

CORRIDA TRANQUILA PARA ELE

Apesar de todos os problemas sofridos pelos pilotos em uma corrida cheia de alternativas e muita chuva, para Hamilton a prova em Interlagos foi um verdadeiro céu de brigadeiro. Em nenhum momento ele teve a sua liderança ameaçada ou enfrentou problemas de aquaplanagem ou rodou na pista. Assim, ficou fácil para o inglês vencer pela primeira vez na terra do seu ídolo, o tricampeão mundial Ayrton Senna. Por isso, Hamilton vibrou demais ainda no carro.

Para Rosberg, porém, a prova foi mais complicada. Ele chegou a perder a segunda posição para o atrevido holandês Max Verstappen. Mas o piloto da RBR acabou fazendo uma escolha ousada demais ao, na reta final, optar por pneus intermediários na tentativa de vencer a corrida.

Verstappen não conseguiu andar tão rápido quanto queria, e foi obrigado a mudar novamente de pneus. Mesmo com tudo isso, o holandês acelerou demais, e saiu da quinta posição para terminar no pódio com uma ultrapassagem sobre o mexicano Sérgio Perez, da Force India, na última volta.

MASSA ABANDONA, NASR MARCA PONTOS

Disputando o seu último Grande Prêmio do Brasil, o brasileiro Felipe Massa não teve a despedida que sonhou. Ele bateu com a sua Williams e abandonou a prova na 48ª volta. Mas a sua despedida foi emocionante.

Massa foi aplaudido pelos torcedores e pelos membros das equipes Mercedes, Ferrari e Williams. O piloto chorou muito e agradeceu todo o apoio recebido em 15 temporadas na F-1. O piloto agora vai disputar daqui a duas semanas a sua última prova na categoria.

Já Felipe Nasr também tinha o que comemorar. O brasileiro marcou seus dois primeiros pontos na Sauber ao terminar na nona colocação. Nasr chegou a estar em sexto lugar na prova, mas ainda assim o nono lugar foi muito comemorado.