Mais Acessadas

Inspirado, Giovannoni lidera triunfo do Brasília

Com atuação perfeita, Giovannoni marca 16 pontos no último quarto e comanda importante vitória do Brasília contra o Minas fora de casa


Por: Lance!Net Em 29 de janeiro, 2015 - 22h35 - Basquete

Minas Tênis Clube e Brasília fizeram uma partida equilibrada e bastante intensa na noite desta quinta-feira, na Arena Minas, em Belo Horizonte. Para conquistar um importante triunfo fora de casa, a equipe da capital federal contou com uma atuação incrível de Guilherme Giovannoni no último quarto e venceu o duelo, por 87 a 79.

Sem errar um arremesso sequer, Giovannoni marcou expressivos 16 pontos na parcial final e foi extremamente decisivo para o êxito dos candangos. Ao todo, o jogador deixou a quadra com 29 pontos e seis rebotes. Outros nomes importante para a vitória da equipe da capital federal foram o norte-americano Kyle LaMonte, com 22 pontos, e o armador Fúlvio, responsável por 14 pontos e 11 assistências.

Este foi o sétimo triunfo do Brasília em 19 partidas realizadas na atual temporada do NBB e a equipe segue na 13ª posição. Por sua vez, o Minas conheceu o sétimo revés também em 19 jogos disputados e se distanciou do grupo dos quatro primeiros colocados.

GIOVANNONI INSPIRADO

A partida começou a mil por hora. Com muita intensidade, as duas equipes se apresentaram muito bem durante o primeiro quarto e o duelo e o equilíbrio tomou conta da partida nos instantes iniciais. Só que o Minas contou com um desempenho incrível de Collum para largar na frente.

Responsável por quatro tiros certeiros da linha de três pontos em cinco tentativas, o norte-americano marcou 12 pontos e foi o grande destaque individual da parcial inicial. Para manter o jogo equilibrado, Brasília contou com desempenhos impecáveis de LaMonte e Giovannoni (seis pontos cada). Desta maneira, os donos da casa fecharam os dez minutos iniciais do duelo na frente, mas por apenas quatro pontos: 21 a 17.

O equilíbrio seguiu como grande ingrediente do jogo durante o segundo período. Enquanto o Minas contou com bons lances do trio Danilo, Léo Demétrio e Shilton, o Brasília teve em Fúlvio sua grande figura no quarto. Com seis pontos e três assistências, o armador comandou as ações ofensivas da equipe da capital federal e teve grande desempenho. Então, depois de vitória parcial dos candangos por 19 a 16, o confronto chegou à sua metade com os donos da casa na frente pela vantagem mínima de um ponto: 37 a 36.

Ainda com Fúlvio como seu principal protagonista, Brasília conseguiu virar o jogo logo no início do terceiro quarto e abriu sete pontos de frente (46 a 39). Porém a equipe visitante ficou pouco tempo em vantagem. Sem pontuar por mais de quatro minutos, o time candango viu o Minas retomar a ponta do marcador ainda no terceiro período.

No embalo de ótimas jogadas do garoto Coelho, o clube de Belo Horizonte emplacou uma sequência de 12 a 0 e tornou a ficar na liderança (51 a 46). No final do quarto, LaMonte tratou de interromper a “seca” dos comandados de José Vidal em grande estilo. Com nove pontos seguidos, o norte-americano colocou fogo no jogo e a partida chegou para seu último período com as equipes separadas por apenas quatro pontos: 61 a 47.

O último quarto pode ser resumido a um nome: Guilherme Giovannoni. Até então discreto na partida, o experiente ala/pivô chamou as responsabilidades para si e foi decisivo para a vitória do Brasília. Sem errar nenhum arremesso – duas bolas de três pontos, quatro de dois pontos e dois lances livres -, o jogador brilhou no período final e comandou a virada de sua equipe.

Nos minutos iniciais do último quarto, o Minas até conseguiu se manter em vantagem, mas restando três minutos para o fim, Brasília virou o jogo e deslanchou. Com oito pontos seguidos, Giovannoni colocou a diferença no placar em três pontos (78 a 75). Depois, o jogador saiu com cinco faltas e viu do banco de reservas seus companheiros mostrarem tranquilidade para confirmarem o triunfo fora de casa.