Mais Acessadas

JBS foi doador nº 1 de Helder

Campanha: Grupo foi principal alvo da operação Carne Franca, da Polícia Federal


Por: RONALDO BRASILIENSE: Da Redação Em 20 de março, 2017 - 06h00 - Poder

Operação Carne Fraca aponto fraudes cometidas por fiscais do Ministério da Agricultura

O atual ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), teve no grupo JBS, principal alvo na semana passada da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, o principal financiador de sua derrotada campanha ao governo do Pará, em 2014. Helder recebeu inacreditáveis R$ 2 milhões, 175 mil do grupo JBS, que controla entre outras empresas, a Friboi, que mantém frigoríficos e matadouros no Estado do Pará.

Na milionária campanha de 2014, Helder Barbalho também recebeu milionárias doações de empreiteiras denunciadas na Operação Lava Jato, como Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez – que participaram da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, sudoeste do Pará e reconheceram ter pago milhões em propinas a políticos do PMDB, inclusive ao senador paraense Jader Fontenelle Barbalho, 72 anos, pai de Helder.

Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!