Mais Acessadas

Kimi Raikkonen lidera o último dia de testes da semana na F1

Treino aconteceu nesta quinta-feira (2) em Barcelona (ESP)


Por: Lance!Net Em 02 de março, 2017 - 17h14 - Velocidade

Foto: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Kimi Raikkonen, da Ferrari, terminou o último dia de testes da primeira semana da pré-temporada da Fórmula 1 de 2017 como o mais rápido em Barcelona nesta quinta-feira.

A fornecedora de pneus Pirelli pediu por um tempo de pista molhada, e a empresa recebeu parte das atividades de hoje, no improviso já que nenhum dos três primeiros dias foram afetados pela chuva.

Com condições quentes e secas recebendo as equipes nesses três primeiros dias, o circuito foi molhado na noite de quarta-feira e logo cedo na quinta.

No entanto, as equipes e pilotos completaram apenas o mínimo de voltas com os pneus de chuva e intermediários antes do circuito secar suficientemente para os pneus slick serem usados já uma hora antes do almoço.

Raikkonen cravou o melhor tempo, antes do circuito ser mais uma vez molhado durante a hora de almoço.

No entanto, com condições ensolaradas, o asfalto logo secou, e os pneus slicks voltaram a ser usados, causando uma melhora progressiva de tempos na tabela.

Max Verstappen, da Red Bull, curtiu um curto período na ponta antes de Raikkonen retornar ao topo da tabela de tempos, cravando 1:20.872 nos pneus macios, que permaneceu imbatível.

Seu melhor tempo foi nada mais, nada menos, do que um segundo mais lento do que o esforço do seu companheiro de equipe Sebastian Vettel na quarta-feira, enquanto a quilometragem também foi reduzida para a maioria das equipes, por conta do período de pista molhada.

Verstappen terminou 0.897s atrás de Raikkonen, enquanto Jolyon Palmer assumiu a Renault do seu companheiro Nico Hulkenberg para o período da tarde e assumiu a terceira posição, a apenas 9 milésimos do holandês da Red Bull.

Romain Grosjean, da Haas, foi o piloto com mais trabalho ao longo do dia, completando 118 voltas no VF-17, compensando o tempo restrito que teve na quarta, terminando em quarto com os pneus supermacios.

O reserva da Ferrari, Antonio Giovinazzi, testou novamente pela Sauber, no lugar de Pascal Wehrlein, e uma última tentativa nos pneus ultramacios o colocou na quinta colocação do dia.

Wehrlein passará por novos exames médios no final da semana para determinar se ele pode retornar à ação para os testes da semana que vem.

Sergio Perez terminou em sexto pela Force India, à frente de Stoffel Vandoorne, da McLaren, que curtiu um dia produtivo, após os problemas da equipe no começo da semana.

A Mercedes teve um dia bem apagado comparado ao restante da semana, com um problema elétrico atrapalhando a oportunidade de Lewis Hamilton aumentar a quilometragem da equipe.

Hamilton optou por abandonar seu teste antes da pausa para o almoço, com Valtteri Bottas assumindo nos 15 minutos finais, antes de conduzir o W08 também no período da tarde.

Bottas completou mais do que a distância de uma corrida e terminou em oitavo, na frente de Hulkenberg.

A Toro Rosso teve outro dia ruim, quando conseguiu completar somente uma volta de instalação nas condições molhadas logo cedo, com Daniil Kvyat retornando aos boxes com um problema ainda não revelado.

Uma troca de motor foi necessária, terminando seu dia de testes, acentuando as dificuldades depois de seus três dias anteriores serem atrapalhados por outros problemas.

A Williams abandonou os procedimentos antes mesmo da bandeira verde ser dada para a sessão da manhã por conta dos danos sofridos quando Lance Stroll bateu na quarta-feira à tarde.

A segunda semana de quatro dias de testes no Circuito da Catalunha começa na próxima terça-feira.