Mais Acessadas

Medalhas olímpicas já apresentam falhas na pintura

As medalhas entregues aos competidores olímpicos e paralímpicos começaram a descascar


Por: Extra Em 02 de outubro, 2016 - 14h38 - Olimpíadas

Alguns atletas brasileiros estão vendo o símbolo de suas conquistas na Rio-2016 desmanchar nas mãos. As medalhas entregues aos competidores olímpicos e paralímpicos começaram a descascar. O Comitê Organizador dos Jogos ofereceu a possibilidade inédita da troca da medalha por uma nova, mas nem todos querem substituir a condecoração recebida em um momento emocionante como a subida ao pódio.

O judoca Rafael Silva, bronze na categoria acima dos 100kg, foi um dos que observaram o problema e preferiu não fazer a troca.

— A medalha descascou, mas quis ficar com ela mesmo assim, porque foi a que eu ganhei — afirma ele.

Para os apegados como ele, o Comitê ofereceu também a repintura da medalha, na Casa da Moeda. A velocista Verônica Hipólito, prata (100m T38) e bronze (400m T38) na Paralimpíada, aceitou o reparou e ficou satisfeita com o resultado.

— Minha medalha de bronze já veio descascada, mas o pessoal do cerimonial pediu desculpas e disse que eu podia dar um banho na Casa da Moeda. Levei lá e foi tranquilo — conta ela.

Com medo de que isso aconteça com alguma de suas nove medalhas da Rio-2016, o nadador paralímpico Daniel Dias está evitando posar para fotos com todas elas ao mesmo tempo.

Já a judoca Rafaela Silva teve mais sorte. Dona do primeiro ouro conquistado pelo Brasil na Rio-2016, na categoria peso-leve (até 57kg), ela conta que ele está intacto:

— Até vieram me perguntar como foi que eu fiz isso.