Mais Acessadas

Medina arranca '10' histórico no Rio do WCT

Campeão mundial de 2014 bate Alex Ribeiro com manobra inédita no Circuito


Por: Lance!Net Em 14 de maio, 2016 - 12h16 - Esportes Aquáticos

Foto:Divulgação

Campeão mundial em 2014, Gabriel Medina voltou a encantar o público neste sábado. Após perder na estreia do Oi Rio Pro, etapa brasileira do WCT, o surfista arrancou uma nota 10 de encher os olhos no Postinho, que voltou a receber o evento após dois dias em Grumari e outros dois sem ondas.

Na bateria contra Alex Ribeiro, válida pela repescagem, o paulista conseguiu o primeiro backflip da história do WCT, que lhe rendeu uma nota máxima por unanimidade. O somatório final foi 19,40, contra 7,90 do compatriota. A manobra é uma espécie de mortal para trás, um dos lances mais atraentes da modalidade. O público, em bom número na Barra, fez a festa.

- Sempre quis fazer essa manobra em uma competição. Ninguém tinha dado. No Havaí, na final contra o Adriano, eu quase voltei da manobra e fiquei com isso na cabeça - lembrou Medina, após a bateria.

Atual campeão mundial, Adriano de Souza também avançou, ao bater Bino Lopes com facilidade, por 13,00 a 4,96. Outros dois brasileiros comemoraram: Miguel Pupo virou no último minuto contra o australiano Adrian Buchand, líder das reclamações do país sobre as ondas e a poluição no Rio, por 13,30 a 11,73. Já Caio Ibelli venceu disputa acirrada contra Jadson André (10,73 a 10,67).

- Comecei nervoso, pois sempre quero agradar à torcida do Rio. Queria ter feito as melhores notas no início, mas elas só vieram no fim - disse Pupo.

Ítalo Ferreira, Lucas Silveira, Filipe Toledo e Marco Fernandez já estão garantidos na próxima etapa, por terem vencido na estreia.