Mais Acessadas

NBB visa novo salto no Brasil após ter público de 12 milhões

Liga de basquete consolida modelo de gestão atraindo maior interesse pela modalidade tanto da população quanto de empresas, tendo fechado quatro novo


Por: Lance!Net Em 05 de novembro, 2016 - 09h41 - Basquete

Foto: Divulgação/Twitter Oficial NBB

O NBB volta às quadras para se consolidar como o produto esportivo que mais se valoriza no mercado brasileiro. Na temporada passada, levou mais de 300 mil pessoas ao ginásios e atraiu 12 milhões de telespectadores.

A gestão realizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB) tem obtido bons resultados desde o lançamento do torneio, em 2008, e fez a competição aumentar o interesse do público e geração de resultados aos parceiros. A parceria iniciada no ano passado com a NBA só aumenta a expectativa para o campeonato atingir índices ainda melhores na edição que inicia hoje.

Um exemplo da expansão do NBB no mercado é o pico de audiência de 147,6 mil pessoas que o jogo entre Flamengo e Mogi, válido pela semifinal, atingiu na temporada passada. O recorde da edição anterior, na final entre Flamengo e Bauru, foi 84,9 mil telespectadores (alta de 74%).

O número de partidas transmitidas na televisão aberta saltou de um para 31 entre os dois últimos torneios, o que fez o valor das transmissões da competição aumentar de R$ 318,8 milhões para R$ 1,1 bilhão, segundo dados divulgados pelo Ibope Repucom.

'O retorno para os patrocinadores em exposição foi 12 vezes superior ao investido', comenta Álvaro Cotta, gerente de marketing da LNB, que neste ano fechou contrato com quatro parceiras: Spalding, Avianca, SKY e Caixa.

Os novos acordos devem-se muito à expertise da NBA na parceria da gestão do NBB. A liga norte-americana, mais rica do basquete mundial, tem entre as atividades a captação de patrocínios. Segundo a LNB, o apoio das marcas facilitará o planejamento nos próximos anos. 'Os patrocínios deste ano nos permitirão fazer planos de médio e longo prazo', comenta Cotta.

Segundo o gerente de marketing da LNB, a parceria foi essencial para o NBB sonhar mais alto. 'A atuação conjunta nos dá um caminho mais próximo da gestão esportiva que feita com a NBA, uma das ligas mais bem administradas no mundo', completa.