Mais Acessadas

Norte tem maior nº de tentativas de fraude em e-commerce

Mapa da Fraude mostra que a cada R$ 100 em compras na região, R$ 7,70 é de tentativa de fraude. Ataques mobile crescem no país


Por: Redação ORM News Em 10 de julho, 2016 - 13h01 - Tecnologia

O Norte é a região brasileira com maior percentual de tentativas de fraude nas compras feitas pela internet no Brasil. A cada R$ 100 em compras na região, R$ 7,70 é de tentativa de fraude. Os números constam no Mapa da Fraude 2016, divulgado pela ClearSale, uma empresa especializada em soluções antifraude para transações comerciais. A pesquisa foi realizada entre os meses de janeiro e dezembro.

O mapa traz informações sobre as tentativas de fraudes eletrônicas em todo o país, abrangendo as compras em e-commerce via desktop e mobile em todas as regiões brasileiras no ano de 2015. A região Nordeste vem em seguida com 7,2% das tentativas de fraude. O estudo considera as regiões sudeste (3,9%) e sul (2,5%) as mais seguras para compras pela internet. No ano anterior, o Nordeste tinha sido a região brasileira mais perigosa para compras virtuais com 7,1%. O Norte havia ficado com 6,4%. 

Na comparação por Estados, o Pará é o décimo na lista com 7,1% de tentativas. Isso quer dizer que a cada R$ 100 em compras virtuais no Estado, R$ 7,10 são tentativas de fraude. O maior percentual nacional é do Tocantins com 11,4% e o menor é do Rio Grande do Sul com 2,2%. Os segmentos mais procurados pelos fraudadores na região Norte são telefonia celular (14,4%), games (12,9%), automotivo (10,1%), eletrônicos (9,7%) e esportes (9,0%).  

No Pará, o segmento de games fica em primeiro com 15,3%, seguido dos celulares com 13,3% e esportes com 10,2%. Nas plataformas mobile o percentual de tentativa de fraude no Norte sobe para 8,6%, seguido do Nordeste com 7,9%. O percentual do Pará neste ambiente é de 8,1% em tentativas de fraude.

A pesquisa apurou ainda que os cibercriminosos tentam fraudar R$ 3.610,20 a cada minuto no país. A tentativa de fraude por dispositivos móveis já representa 5,6% do total no Brasil. 

Apesar dos índices, o gerente de Inteligência Estatística da ClearSale, Omar Jarouche, diz que os consumidores não devem ter medo de fazer compras online. 'Atualmente, existem soluções eficientes no mercado para barrar as ações dos fraudadores e grande parte das lojas virtuais já adota sistemas de prevenção', aponta.

Entre as modalidades mais comuns de fraude estão o uso indevido do cartão de crédito, o phishing, tipo de ataque hacker no qual os criminosos conseguem obter senhas e dados bancários por meio de e-mails falsos, e sites falsos de lojas ou bancos.