Operação desarticula esquema de rinha de galos em Abaetetuba

No total, foram apreendidos 61 galos que eram treinados pelos donos para lutas com apostas


Por: Redação ORM News com informações da assessoria Em 20 de março, 2017 - 19h42 - Polícia

Foto: Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil realizada na tarde desta segunda-feira (20) desarticulou um esquema para prática de rinha de galo, no município de Abaetetuba, nordeste paraense. No total, 61 galos que eram treinados pelos donos para serem usados em lutas com apostas, foram apreendidos, em dois endereços na cidade. Denominada de operação "Tribo", a ação policial foi realizada por policiais civis da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA) com apoio da Superintendência Regional do Baixo-Tocantins. 

Segundo o delegado Luís Xavier, diretor da DEMA, as aves foram encontradas no centro da cidade, no bairro São Lourenço, e em uma propriedade rural na rodovia PA 409, que dá acesso à praia de Beja, um dos principais pontos turísticos do município. "Os animais estavam bastante lesionados e mutilados", explica o delegado. 

Além dos galos, os policiais civis apreenderam nos dois locais 21 botoqueiras (esporas artificiais plásticas); 30 esporas artificiais; três biqueiras; uma serra; duas tesouras; um rolo de esparadrapo e duas seringas de insulina que eram usados nos galos. 

Os dois proprietários dos animais irão responder com base no artigo 32, da Lei de Crimes Ambientais, por praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena prevista é de detenção de três meses a um ano, além de multa. Os galos foram levados a um fiel depositário, onde serão cuidados e ficarão apreendidos à disposição da Justiça.