Mais Acessadas

Prova de Fabiana Murer tem campeã olímpica e rivais de peso

Prata em 2011, brasileira tenta mais uma medalha no salto com vara e garante estar em melhor forma


Por: Globoesporte.com Em 23 de julho, 2015 - 09h01 - Pan-Americano

Aquela história de que os Jogos Pan-Americanos não são parâmetro para avaliar, de fato, o momento dos atletas pode valer para algumas modalidades ou provas. Mas não deve ser o caso do salto com vara feminino. Nesta edição da competição, a brasileira Fabiana Murer vai encarar algumas das grandes saltadoras da atualidade às 18h55 (de Brasília) desta quinta-feira. Duas de suas adversárias lhe fazem companhia entre as melhores do mundo na temporada 2015. Entre elas, a americana Jennifer Suhr, campeã olímpica em Londres 2012, deixando até a russa Yelena Isinbayeva para trás. (Veja ao lado as marcas de 2015 das atletas que disputam o Pan de Toronto)

- Eu acredito que vai ser uma prova bem forte. Em Guadalajara eu achava que, se passasse 4,70 na primeira tentativa, ganhava a competição. Mas foi mais forte do que eu esperava. Em Toronto, espero uma ainda mais forte. Acho que tem que saltar 4,80m na primeira tentativa. Com a americana Jennifer Suhr, vai ser uma prova ainda mais disputada. Acho que tem quatro atletas que podem ganhar a competição. Duas americanas, eu e a cubana. São atletas fortes que têm condições de saltar 4,80m - disse Fabiana.

Há quatro anos, Fabiana Murer ficou com a prata no Pan de Guadalajara. Na época, a brasileira era a atual campeã mundial, mas não conseguiu vencer a cubana Yarisley Silva - que tentará o segundo ouro em Toronto. Ao contrário deste ano, os Jogos de 2011 foram disputados em outubro e em outro momento da temporada. Mesmo assim, a atleta lembra que se surpreendeu com uma prova tão forte.

- Eu terminei Guadalajara chateada por não ter conseguido a medalha de ouro. Mas ao mesmo tempo, terminei contente por ter sido uma competição muito disputada. Consegui saltar bem, 4,70m. Fiquei feliz pelo resultado que fiz e gosto de competição bem disputada. Em 2011, foi a última competição do ano, este ano é no meio da temporada. Vou mais em forma - conta.

Murer teve um começo de temporada outdoor positivo até o Pan. Iniciou no Troféu Brasil, em maio, saltando 4,65m. Na sequência, conseguiu 4,72m e 4,80m em etapas da Diamond League. Ocupa, por enquanto, a terceira posição no ranking da prova na temporada.

A líder atual é a grega Nikoleta Kyriakopoulou, com, 4,83m. Rival de Fabiana nos Jogos de Toronto, a americana Jennifer Suhr é a segunda colocada, tem 4,82m e 4,81m em 2015. Atual campeã, a cubana Yarisley Silva obteve 4,66m no ano, a mesma marca de Dami Payne, dos EUA, que também está em Toronto. 

Fabiana Murer, em ação no Troféu Brasil: Pan terá algumas das melhores do mundo (Foto: Wagner Carmo/CBAt)