Raikkonen supera Mercedes e lidera segundo dia de testes

Raikkonen cravou 1:20.960 nos pneus macios


Por: Lance!Net Em 28 de fevereiro, 2017 - 15h01 - Velocidade

Foto: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

O piloto da Ferrari, Kimi Raikkonen, cravou o tempo mais rápido do segundo dia de testes da pré-temporada no Circuito da Catalunha, em Barcelona, um pouco à frente do seu rival da Mercedes e líder pela manhã Lewis Hamilton.

Raikkonen cravou 1:20.960 nos pneus macios logo após o intervalo para o almoço para ofuscar Hamilton, que tinha usado supermacios, por dois centésimos de segundo. O esforço do finlandês é o mais rápido dos testes até agora, depois da marca de 1:21.7 de ontem, com os tempos caindo sob a nova era técnica da Fórmula 1.

Foto: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Hamilton manteve a segunda posição, enquanto seu companheiro Valtteri Bottas assumiu o volante do W08, como parte do plano da Mercedes de dividir cada dia entre seus dois pilotos.

Atrás dos dois primeiros, houve uma grande distância para o restante do pelotão.

Max Verstappen, da Red Bull, ficou em terceiro com pneus macios, mais de um segundo atrás de Raikkonen, seguido por Kevin Magnussen, da Haas, e Esteban Ocon, da Force India, ambos com pneus supermacios.

Magnussen conseguiu dar a volta por cima nas dificuldades que enfrentou ontem para ser o piloto que mais voltas completou no dia (116), com Raikkonen e Bottas sendo os outros dois pilotos a ultrapassar a marca de 100 voltas.

A Mercedes também superou a marca de 100 voltas, com Hamilton completando a distância de uma corrida (66 voltas), e Bottas dando 97 voltas no circuito que recebe o GP da Espanha.

Foto: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Bottas passou a tarde trabalhando numa simulação de corrida, que envolveu vários pit-stops, e terminou na sétima posição na tabela, logo atrás de Daniil Kvyat, da Toro Rosso.

Não foi tudo tranquilo para a Mercedes, porém, já que ele perdeu o controle na Campsa, antes de conseguir cruzar a pista e raspar no muro interno.

Jolyon Palmer, da Renault, perdeu a maior parte da manhã, já que um duto de freios voou e foi substituído, mas completou mais de 50 voltas na parte da tarde, terminando em oitavo.

O piloto reserva da Ferrari, Antonio Giovanazzi, fez seu primeiro teste completo na Fórmula 1 com a Sauber, no lugar de Pascal Wehrlein, que não participa dos testes por aconselhamento médico, depois de um acidente na Corrida dos Campeões.

Foto: AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Giovinazzi perdeu boa parte da manhã, com a Sauber forçada a trocar uma unidade de potência, porém chegou perto da distância de uma corrida à tarde, incluindo uma pequena rodada.

Os problemas da McLaren durante os testes continuaram já que, depois de várias voltas de instalação, os mecânicos foram forçados a trocar de motor.

Stoffel Vandoorne voltou para a pista no meio da tarde, completando 40 voltas, mas seu melhor tempo foi cinco segundos mais lento do que de Raikkonen.

Lance Stroll e a Williams não apareceram à tarde, depois de o canadense sair da pista na Curva 9, o que causou danos na asa dianteira, com as peças sobressalentes vindo da sede na Grã-Bretanha de avião.

Stroll escapou antes do seu carro rodar, jogando-o na brita na saída da curva, porém ele conseguiu voltar para os boxes.

Os testes da pré-temporada da F1 continuam em Barcelona nesta quarta-feira.

Confira os tempos do segundo dia de testes em Barcelona:

1) Kimi Raikkonen (Ferrari), 1:20.960, macios (108 voltas)

2) Lewis Hamilton (Mercedes), 1:20.983, supermacios (66)

3) Max Verstappen (Red Bull), 1:22.200, macios (89)

4) Kevin Magnussen (Haas), 1:22.204, supermacios (118)

5) Esteban Ocon (Force India), 1:22.509, supermacios (86)

6) Daniil Kvyat (Toro Rosso), 1:22.956, macios (68)

7) Valtteri Bottas (Mercedes), 1:22.986, macios (102)

8) Jolyon Palmer (Renault), 1:23.139, macios (53)

9) Antonio Giovinazzi (Sauber), 1:24.617, macios (67)

10) Stoffel Vandoorne (McLaren), 1:25.600, macios (40)

11) Lance Stroll (Williams), 1:26.040, médios (12)