Mais Acessadas

Rainha das Rainhas 2017 será lançado nesta quinta-feira

Maior evento do carnaval de Belém chega este ano à sua 71ª edição


Por: O Liberal Em 03 de janeiro, 2017 - 07h15 - Rainhas

Vai começar o maior evento do Carnaval de Belém. Na próxima quinta-feira, 5, a partir das 18 horas, no Hotel Radisson Maiorana, será lançado o concurso Rainha das Rainhas do Carnaval 2017, promoção das Organizações Romulo Maiorana (ORM). O Rainha das Rainhas atinge a marca de 71 anos de sucesso, reunindo atrações variadas ao público, a começar pelas candidatas representando clubes sociais de Belém, estendendo-se a toda uma programação de eventos que culminará na grande final do concurso no dia 17 de fevereiro.

No lançamento do Rainha das Rainhas 2017, a coordenação do concurso explanará aos dirigentes de clubes sociais acerca dos detalhes do projeto e da agenda de apresentação das candidatas. A apresentação das jovens será realizada a partir do dia 9 deste mês de janeiro até o dia 9 de fevereiro mobilizando associados das agremiações. O concurso reúne até 20 candidatas ao título real máximo do Carnaval. Além da rainha, são premiadas mais quatro princesas.

A atual rainha das Rainhas do Carnaval é Tereza Haianne Souza Araújo, do Clube dos Advogados. A 1ª princesa é Ariane Viana, do Paysandu; a 2ª princesa é Victória Pinto, do Grêmio Literário e Recreativo Português; a 3ª princesa é Pâmela Pinheiro, do Bancrévea, e como 4ª princesa Roana Frazão, da Assembleia Paraense. 

Foto: Tarso Sarraf/O Liberal

A Rainha ganha um carro zero quilômetro. As princesas são premiadas com passagens aéreas. Além de brindes de patrocinadores do concurso. Os critérios do Rainha das Rainhas para definição da vencedora e princesas abrangem beleza, desembaraço e fantasia. Nesse processo, há todo um trabalho dos dirigentes dos clubes, estilistas, coreógrafos e outros técnicos, além das famílias, na preparação das candidatas. Além das torcidas organizadas formadas por associados que acompanham as jovens nas etapas do concurso.  

PASSARELA

A participação das jovens da sociedade paraense no concurso Rainha das Rainhas, em especial na passarela da grande final, constitui-se em uma conquista de cada uma delas, de vez que ao longo de 71 anos o RR consolidou-se como uma referência da Cidade de Belém como atração cultural e turística e, ainda, contribui para a integração dos clubes sociais da capital do Paráa, além de projetar as jovens participantes no mercado de trabalho e em outros concursos e eventos.

O concurso surgiu em 1947, por iniciativa do então jornal “Folha do Norte”, à frente do evento o jornalista Ossian Brito. Ossian coordenou o Rainha das Rainhas até 1996, quando pediu para sair da função. No entanto, desde 1990, ele vinha sendo auxiliado nessa tarefa por Adenirson Lage. Em 1997, o colunista social Adenirson Lage, que atua no jornal “Amazônia”, acabou assumindo a coordenação do concurso. Ele convidou a professora de dança Clara Pinto para atuar na coordenação do RR. Neste ano de 2017, Adenirson e Clara Costa completarão 20 anos na coordenação do Rainha das Rainhas, que terá cobertura jornalística dos veículos de comunicação das ORM.

A primeira edição do Rainha das Rainhas ocorreu em 1947, na sede do Clube dos Aliados, com apenas quatro candidatas. A eleita foi Odete Chaves, do Clube dos Aliados. O concurso era realizado nas sedes dos clubes, em sistema de rodízio. O RR já ocorreu no Iate Clube do Pará, na Assembleia Paraense e no Hangar.