Remo atropela Atlético Acreano e se classifica na Copa Verde

Leão espera vencedor de Fast e Santos (AP) na segunda fase da competição


Por: Redação ORM News Em 16 de março, 2017 - 20h07 - Copa Verde
Atualizada às 23h23

Após um primeiro tempo sem gols e com vaias da torcida, o Remo conseguiu emplacar quatro gols no segundo tempo contra o Atlético Acreano e carimbou a classificação à segunda fase da Copa Verde. A partida foi realizada na noite desta quinta-feira (16), no Mangueirão, em Belém.

Foto: Tarso Sarraf / O Liberal

O Leão só chegou ao gol na segunda etapa, mas foi ainda aos quatro minutos, com o zagueiro Henrique, após cobrança de escanteio. O gol deixou o Leão mais à vontade e, aos 15, o zagueiro improvisado como lateral esquerdo, Tsunami, entrou na área para ampliar. Já aos 34, foi a vez do atacante Gabriel Lima fazer mais um para o Clube de Periçá e, aos 43, Jayme - mais um jogador formado nas categorias de base do clube - fechou o placar.

Saiba como foi a partida lance a lance aqui!

A goleada garantiu a classificação remista à segunda fase da Copa Verde, que está prevista para os dias 29 de março e 2 de abril. Agora, os azulinos apenas aguardam o vencedor do duelo entre Santos do Amapá e Fast do Amazonas. A vantagem deste confronto, aliás, é do time amazonense, que venceu o primeiro jogo por 1 a 0, em Manaus (AM). A decisão dos dois será neste domingo (19), no Zerão, em Macapá (AP).

1º tempo: Remo sonolento e Atlético assustando

A presença dos meias Eduardo Ramos e Flamel juntos deixou mesmo o Remo ofensivo, porém exposto defensivamente. O time conseguiu criar oportunidades como a que Nano Krieger acabou desperdiçando dentro da área, após receber o lançamento de Flamel, aos sete minutos. Aos 19, Flamel viu a bola ficar 'limpa' para o chute na entrada da área e soltou um torpedo que parou na rede pelo lado de fora da trave de Babau.

Mas as chances mais claras de gol saíram após erros de passes, que foram incontáveis nos primeiros 45 minutos do jogo. Aos 23, o zagueiro Diego dominou na direita e resolveu tocar para o companheiro de zaga, Miller no meio da área, mas não atentou para a presença de Flamel, que se antecipou e chutou, mas foi travado por Miller, no momento do arremate. Bola pela linha de fundo.

Aos 31, o Remo devolveu a 'gentileza'. Léo Rosa recuou para a área e a bola ficou entre Henrique e André Luiz. A indecisão da dupla azulina deu tempo para a arrancada de Careca, que tentou surpreender. O goleiro do Remo se desesperou e foi para o chute, mas viu o atacante do Galo Carijó esticar a perna e conseguir tocar na bola, que saiu mansamente para fora.

 Foto: Tarso Sarraf / O Liberal

O último lance de perigo da primeira etapa foi dos donos da casa. Aos 38, Flamel saiu com velocidade e lançou Eduardo Ramos que entrou na área e cruzou para a chegada de Jayme. A bola foi na testa do camisa 11, que acabou finalizando rente à trave de Babau, mas na rede pelo lado de fora.

2º tempo: Leão desperta e engole o Galo Carijó

A postura remista mudou completamente após o intervalo. Aos dois minutos, Elizeu cruzou na área e viu Eduardo Ramos e Edgar se atirarem na bola, que passou sem ser incomodada. Aos quatro, Flamel cobrou escanteio na cabeça de Henrique, que mandou para a rede e abriu o placar.

A pressão azul continuou e, aos nove, Flamel recebeu de Eduardo Ramos. A jogada foi arrematada com o cruzamento na área e Edgar mergulhou com estilo para cabecear, mas mandou no lado errado da rede. Uma parte dos torcedores chegou a gritar 'goool!', mas a frustração durou apenas até os 15 minutos, quando o lançamento errado de Eduardo Ramos foi disputado e vencido por Tsunami, dentro da área atleticana. O camisa 6 soltou uma bomba e saiu para festejar o segundo tento remista.

Foto: Tarso Sarraf / O Liberal

O terceiro poderia ter saído aos 18 minutos, quando Flamel resolveu improvisar e chutou forte da intermediária, mas Babau fez grande defesa. Para não deixar por isso mesmo, Polaco foi ao ataque pelo Galo Carijó, recebeu o lançamento de Joel dentro da área e ficou cara a cara com André Luiz, que fechou o ângulo do chute e salvou o Leão, já aos 26.

Os visitantes tentaram esboçar uma pressão no time remista, mas, aos 34 minutos, Gabriel Lima recebeu a bola na intermediária e lançou Edgar, que foi pela esquerda e cruzou para a área. O mesmo Gabriel Lima estava posicionado para receber, dominar e colocar na rede. Remo 3 a 0!

Já aos 42 minutos, quando o Leão já respirava o clima de classificação, Edgar voltou a ser garçom. Ele recebeu na ponta e tocou para Jayme, que tirou da marcação e, com tranquilidade, tocou de canhota no cantinho de Babau. Fim de jogo e Leão classificado!

Foto: Tarso Sarraf / O Liberal

Ficha técnica (Remo 4 x 0 Atlético Acreano)

Remo - André Luiz; Léo Rosa, Henrique, Igor João e Tsunami; Elizeu (Zé Antônio), Marquinhos, Eduardo Ramos e Flamel (Gabriel Lima); Jayme e Nano Krieger (Edgar). Técnico: Josué Teixeira

Atlético/AC - Babau; Januário (Weverton), Diego, Miller e Antonio Marcos; Leandro (Olliver), Jeferson (Neto), Joel e Luiz Henrique; Polaco e Careca. Técnico: Álvaro Miguéis

Gols: Henrique 4'/2ºT, Tsunami 15'/2ºT, Gabriel Lima 34'/2ºT e Jayme 42'/2ºT (Remo)

Cartões amarelos: Henrique, Elizeu e Edgar (Remo); Antonio Marcos, Leandro, Joel e Polaco (Atlético Acreano)

Local: Mangueirão (Belém/PA)

Data: 16/03/2017

Hora: 20h30

Árbitro: Vanderlei Soares de Macedo - DF (CBF)

Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior - DF (CBF) e Lucas Torquato Guerra - DF (CBF)

Público: 10.092 (8.622 pag. e 1.470 cred.)

Renda: R$ 155.805,00