Mais Acessadas

Surfe: Gabriel Medina é multado após declarações polêmicas

Brasileiro criticou a entidade após ser eliminado na última etapa do circuito mundial, na Austrália


Por: Lance!Net Em 20 de março, 2015 - 15h07 - Esportes Aquáticos

Foto: Kirstin Scholtz

A Liga Mundial de Surfe (WSL) anunciou que o brasileiro Gabriel Medina foi multado pelas declarações polêmicas após ser eliminado da primeira etapa do circuito de 2015, disputada em Gold Coast, na Austrália. O atual campeão, porém, escapou de levar uma suspensão.

'O comitê disciplinar da Liga Mundial de Surfe concluiu a investigação sobre o incidente entre Medina e Hall em Gold Coast. Após ter conversado com as duas pessoas envolvidas e ter visto imagens do dia, o painel determinou que Medina violou o código de conduta dos atletas e que será obrigado a pagar uma multa', afirmou a entidade. O valor da punição não foi revelado.

A resolução tomada pela entidade veio após Medina pedir desculpas publicamente e enviar uma declaração por escrito à WSL sobre o ocorrido. Havia a expectativa de uma suspensão como a dada ao francês Jeremy Flores, suspenso de duas etapas na temporada passada por se envolver em uma briga. A entidade, porém, considerou a situação diferente e optou por apenas multar o brasileiro.

'Os esforços de Medina após o incidente para esclarecer qualquer mal entendido sobre seu relacionamento com Glenn Hall foram observados e apreciados. Nós desejamos boa sorte aos competidores para o Rip Curl Pro Bells Beach que está chegando. Medina e Hall fizeram as pazes bem rápido após o incidente. O brasileiro campeão igualmente fez uma aparição no dia seguinte durante a Dawn Patrol para rever seu comportamento', completou o comunicado da WSL.

Medina foi eliminado precocemente na terceira rodada em Gold Coast após ser punido por interferir em uma onda de seu adversário, Glenn Hall. Inconformado com a punição, o brasileiro foi duro nas palavras em entrevista após o ocorrido. Com direito a palavrões, reclamou da decisão, acusou o rival de simular a interferência e ainda criticou a organização por mandar os surfistas ao mar em ondas que não apresentavam condições ideais para o surfe em seu ponto de vista.

A postura enfureceu dirigentes da liga, principalmente pela citação nominal do comissário Kieren Perrow. A entidade vem promovendo mudanças para profissionalizar ainda mais o esporte e, diante da postura passional do brasileiro, cogitou até mesmo suspende-lo de algumas etapas do circuito como punição pelas declarações.

A repercussão negativa fez com que Medina procurasse se redimir das declarações. O surfista pediu desculpas pelas críticas e realizou postagens nas redes sociais ao lado de Hall, ressaltando manter uma boa relação com o adversário.

'Cada um tem sua maneira de reagir após uma derrota dura. Uns preferem socar a prancha, outros preferem falar. Eu escolhi a maneira errada de me manifestar. Eu estava triste e nervoso comigo mesmo. Usei palavras feias que eu nunca uso. O que fiz ontem foi um grande erro, mas todo mundo tem o direito de expressar as suas emoções. Da próxima vez vou socar minha prancha, batê-la, em vez de falar em entrevistas.'