Três jovens executados

Assassinos invadiram a casa onde dormiam dois jovens de 20 anos e um adolescente de 16 e mataram os três a tiros, no quintal do imóvel.


Em 18 de março, 2017 - 06h00 - Polícia

Os criminosos estavam todos armados e chegaram na casa por volta das 3h30. Alegando ser da polícia, eles disseram que iam fazer uma revista na residência.

Três jovens foram assassinados a tiros, na madrugada de ontem, em Murinim, distrito de Benevides. Os assassinos chegaram encapuzados num carro prateado (sem modelo identificado, mas a placa tinha um número 6). Todos armados e fardados como policiais civis. Identificaram-se como policiais para entrar na casa da família. Afonso de Jesus Barreiro (20 anos), João Henrique Santos Silva (20 anos) e um adolescente de 16 anos foram acordados violentamente, acusados de roubo e tráfico de drogas. A execução foi no quintal do imóvel. Por pouco, não foi um quádruplo homicídio, pois um dos alvos, outro adolescente, conseguiu escapar e continua desaparecido.

Eram 3h30 e todos os alvos do bando estavam dormindo. Afonso e João Henrique estavam com as esposas. Quando os assassinos chegaram, disseram que iam fazer uma revista na casa porque tinham indícios de que eles haviam participado de um assalto. Toda a família foi acordada com gritos e terrorismo. 

Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!